Como Transferir Ações de uma Corretora Para Outra: Passo a Passo Completo

Como transferir ações de uma corretora para outra.

Essa é uma dúvida bastante comum entre os investidores iniciantes.

Neste artigo, vou explicar o passo a passo completo sobre como você pode fazer isso.

Assim, você conseguirá transferir a custódia de suas ações (e outros valores mobiliários) para outra corretora com facilidade.

Além disso, também vou compartilhar um guia prático sobre como escolher a melhor corretora de valores para investir o seu dinheiro.

Gostou do que vai ler aqui?

Então continue lendo o artigo até o final!

eBook Gratuito Revela os 3 Segredos Para o Sucesso Investindo em Ações

Clique no botão abaixo e solicite a sua cópia do nosso novo eBook Gratuito

POR QUE EU PRECISO TROCAR DE CORRETORA?

Como Transferir Ações de uma Corretora Para Outra: Passo a Passo Completo

Trocar de corretora é algo que pode eventualmente acontecer na sua trajetória como investidor.

E os motivos podem ser variados.

Às vezes, no começo da nossa jornada, podemos ter cometido o equívoco de começar a investir pela corretora do banco.

Como eu já mostrei neste artigo, fazer isso quase sempre é uma má ideia.

Outro caso bastante comum acontece quando o investidor se depara com uma oferta de serviços melhores ou com um custo inferior em outra corretora.

Nessas situações, a troca é motivada exatamente pela vontade de desfrutar de outros benefícios em parceria com outra empresa.

Ou, em último caso, o investidor pode simplesmente estar insatisfeito com o atendimento prestado por sua corretora atual.

Em suma, o que eu quero dizer é que a troca de corretora é algo normal e que não precisa ser encarado como um “bicho de sete cabeças”.

Eu mesmo já ajudei vários clientes a trocar de corretora e também já precisei passar por esse processo algumas vezes, na minha vida.

E acredite em mim:

Vale muito mais apenas seguir esse passo a passo do que liquidar os seus ativos apenas com intuito de migrar o seu patrimônio de uma corretora para outra.

COMO TRANSFERIR A CUSTÓDIA DE SEUS ATIVOS DE UMA CORRETORA PARA OUTRA

Como Transferir Ações de uma Corretora Para Outra: Passo a Passo Completo

O processo é bem simples.

Existe até mesmo um documento específico que é utilizado exatamente para este fim.

Estou falando da STVM ou Solicitação de Transferência de Valores Mobiliários.

Definição: valor mobiliário ou título financeiro é uma designação comum para os ativos do mercado, como ações, títulos, entre outros.

Esse é um documento padronizado, geralmente com esse formato:

Como Transferir Ações de uma Corretora Para Outra: Passo a Passo Completo

Como Transferir Ações de uma Corretora Para Outra: Passo a Passo Completo

Embora ele possa ser um pouco diferente de uma corretora para outra, em geral ele tenderá a ser muito semelhante.

Ele é fornecido pela empresa onde o investidor tem conta e geralmente pode ser encontrado no site da corretora.

Se você não o encontrar, entre em contato através do telefone, chat ou e-mail solicitando o seu STVM.

Com esse documento em mãos, tudo que o investidor precisa fazer é preencher e enviá-lo para a corretora onde tem conta aberta – a “corretora antiga”.

Porém, aqui vai um ponto importante: ao fazer isso, o investidor já precisa estar com a conta aberta em sua “nova corretora”.

Ou seja: ao enviar o STVM para a corretora de onde você quer encerrar a conta, você já precisa estar devidamente cadastrado na corretora nova.

Esse é um ponto importantíssimo e que precisa ser lembrando sempre que você for fazer uma transferência de custódia.

Afinal, sem a conta nova aberta, para onde a antiga corretora iria transferir os seus ativos?

Quanto tempo demora a transferência de custódia de corretora?

Teoricamente, o processo de transferência de custódia deve levar dois dias úteis.

Esse prazo está devidamente registrado na Instrução 542 da Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Artigo 10, parágrafo 2:

A transferência dos valores mobiliários a outro custodiante deve obedecer a procedimentos razoáveis, tendo em vista as necessidades dos investidores e a segurança do processo, e deve ser efetuada em, no máximo, 2 (dois) dias úteis contados do recebimento, pelo custodiante, do requerimento válido formulado pelo investidor.

Na prática, pode ser que esse processo até demore um pouco mais de 2 dias.

Depois desse período, os seus ativos já deixarão de ser listados na corretora antiga e estarão presentes na nova.

MODELO DE SOLICITAÇÃO DE TRANSFERÊNCIA DE VALORES MOBILIÁRIOS (STVM)

Agora que você já sabe a parte teórica sobre como fazer o pedido de transferência de valores mobiliários, quero te mostrar na prática como é a Solicitação de Transferência de Valores Mobiliários ou STVM.

O meu objetivo é te mostrar que o preenchimento desse documento não é tão complicado quanto parece.

Confira abaixo uma cópia da STVM que encontrei:

Como Transferir Ações de uma Corretora Para Outra: Passo a Passo Completo

Em suma, tudo o que você precisa fazer é preencher os seus dados conforme o solicitado.

Atente-se ao fato de que você precisará de informações da corretora de origem e da corretora de destino dos seus ativos.

Dados como código de cliente e CNPJ podem ser obtidos diretamente com as empresas em que você tem conta.

O investidor também precisará preencher uma lista com os ativos que possui, declarando a quantidade e valores.

Após finalizar o preenchimento, é preciso levar o documento até um cartório e reconhecer a sua assinatura.

Essa provavelmente é a parte mais burocrática – e chata – do processo todo.

Depois, basta apenas enviar o documento para a corretora de origem através dos correios e aguardar aquele prazo de dois dias úteis.

QUAIS ATIVOS PODEM SER TRANSFERIDOS PELA STVM?

Como Transferir Ações de uma Corretora Para Outra: Passo a Passo Completo

Esse é outro questionamento bastante comum entre os investidores que estão mudando de corretora.

A resposta é: praticamente todos os ativos custodiados na Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia (CBLC) e registrados na Central de Custódia e Liquidação Financeira de Títulos, a CETIP.

Isso inclui ativos como…

  • Ações
  • Fundos Imobiliários
  • Títulos Públicos
  • CDBs
  • LCs
  • LCIs
  • LCAs

A única exceção a essa regra fica por conta dos fundos de investimento.

Nesse caso, a situação é um pouco complicada, pois não há uma obrigação legal sobre a corretora para as cotas de fundos para outras empresas.

Agora, você deve estar pensando…

“Então quer dizer que eu não consigo transferir as cotas de fundos de uma corretora para outra?”

A resposta aqui é depende.

O investidor vai conseguir transferir suas cotas de fundos de investimento somente se a corretora cedente colaborar.

Na prática, de acordo com a nossa experiência, isso realmente vai depender da boa vontade das partes envolvidas.

COMO ESCOLHER A MELHOR CORRETORA DE VALORES PARA INVESTIR SEU DINHEIRO?

Como Transferir Ações de uma Corretora Para Outra: Passo a Passo Completo

Agora você já sabe como transferir a custódia dos seus ativos de uma corretora para outra.

Porém, gostaria de dar um passo para trás e ajudar aqueles que ainda nem escolheram uma corretora para investir o seu dinheiro.

Esse guia que eu vou explicar a seguir pode até mesmo ajudar você a evitar a necessidade de ter que transferir os seus ativos.

Acertando de primeira na escolha da corretora, você não precisará passar pelo passo a passo que expliquei neste artigo.

Passo #1 – Conferir se a corretora é confiável e está habilitada a operar

O primeiro passo para escolher uma corretora é descobrir se ela é uma empresa confiável.

Muitos acabam pulando essa etapa e caindo em armadilhas para atrair investidores despreparados.

Ao falarmos das grandes corretoras, aquelas que estão em evidência na mídia ou que são frequentemente recomendadas por especialistas da web, eu até poderia dizer que passo pode ser dispensado.

Porém, o meu convite é que você faça essa verificação para treinar o seu olhar e entender o que qualifica uma corretora como confiável.

  • Verifique se a corretora está cadastrada na CVM
  • Verifique se a corretora possui o selo CETIP Certifica
  • Verifique se a corretora possui os certificados da BM&FBOVESPA (atual B3)

Passo #2 – Entenda as taxas cobradas pela corretora

O segundo passo para escolher uma corretora é aquele que muitos fazem por primeiro.

Porém, de nada adianta cobrar pouco para intermediar o seu acesso aos investimentos se a empresa não é confiável.

Portanto, só avance para a análise das taxas se você realmente constatou que a corretora passou nos critérios de confiabilidade.

Feito isso, você vai precisar analisar as seguintes taxas:

  • Conferir taxa de custódia
  • Conferir taxa de corretagem
  • Conferir taxa de transferências
  • Conferir taxa de administração para a aplicação no Tesouro Direto

Essas são as taxas mais comuns cobradas pelas corretoras.

A regra é simples: aquela que cobrar menores taxas (ou for isenta), posiciona-se melhor no seu ranking.

Passo #3 – Avaliar outros critérios

Por fim, o terceiro e último passo para escolher uma corretora de valores funciona como uma espécie de “critério de desempate”.

A partir do momento que você selecionou aquelas empresas que cobram as menores taxas, você vai precisar conhecer bem as corretoras para tomar a decisão final.

Nesta etapa, até mesmo critérios um pouco subjetivos acabam contando, como:

  • Experiência de navegação no site da corretora
  • Avaliação em sites de reclamações (como o Reclame Aqui)
  • Qualidade no atendimento
  • Cursos oferecidos
  • Recomendações de investimentos
  • Disponibilidade de simuladores
  • Entre outros fatores

Como abrir a sua conta na corretora?

Depois de seguir os passos acima e avaliar cada um dos critérios, está na hora de abrir a sua conta na corretora.

Para isso, recomendo fortemente que você dê uma olhada neste artigo aqui.

Nele eu explico o passo a passo que você pode seguir, de forma geral, para abrir a sua conta na corretora.

O processo pode variar um pouco de uma empresa para outra, mas segue o mesmo padrão.

O artigo também explica em mais detalhes os critérios que usamos para ajudar as pessoas a escolher a melhor corretora de valores para investir dinheiro.

CONCLUSÃO

Como Transferir Ações de uma Corretora Para Outra: Passo a Passo Completo

E assim chegamos ao final de mais um artigo do Clube do Valor.

Nos últimos parágrafos, você aprendeu o passo a passo completo sobre como transferir a sua conta de uma corretora para outra, usando o STMV para isso.

Além disso, também compartilhei um guia rápido sobre como escolher a melhor corretora de valores para investir o seu dinheiro – mais detalhes neste artigo.

E se o seu interesse é na bolsa de valores, tenho uma ótima sugestão para você: eu preparei um ebook com os 3 Segredos Para o Investimento de Sucesso em Ações.

Esse é um material que pode ajudar aqueles que estão com dificuldade de avançar nos estudos e investimento na bolsa de valores.

eBook Gratuito Revela os 3 Segredos Para o Sucesso Investindo em Ações

Clique no botão abaixo e solicite a sua cópia do nosso novo eBook Gratuito

No mais, eu vou ficando por aqui.

Um forte abraço,

Ramiro Gomes Ferreira.

Como Transferir Ações de uma Corretora Para Outra: Passo a Passo Completo
5 (100%) 1 vote