Caso você invista em ações ou esteja estudando sobre o mercado, talvez já tenha visto os termos inplit e split. Esses processos podem impactar o preço de uma ação e o seu volume de negociação. Portanto, é importante que o investidor entenda o que são e como funcionam.

Embora sejam práticas comuns no mercado, nem todos os investidores sabem ao certo como ou por que elas são realizadas. Contudo, entender esses movimentos pode auxiliar a encontrar boas oportunidades e identificar as mudanças no mercado.

Quer aprender mais? Continue a leitura e confira o que significa o inplit e o split de ações, suas dinâmicas e alguns exemplos que aconteceram na bolsa de valores brasileira!

O que é o inplit de ações?

Inplit e split de ações o que são, como funcionam e exemplos na bolsa

O termo inplit — grupamento ou agrupamento — é utilizado para denominar o processo que reúne duas ou mais ações de uma companhia em um único ativo. Seu objetivo é reduzir o número de papéis da empresa, aumentar seu preço de negociação e controlar a volatilidade.

Logo, quando o inplit é realizado, a quantidade de ações que um investidor possui na carteira diminui. Contudo, é importante destacar que o patrimônio alocado continua o mesmo, já que o percentual de participação no capital da empresa é mantido.

Para facilitar a compreensão, vale utilizar um exemplo de inplit na bolsa de valores brasileira que ocorreu com a Tecnisa S.A (TCSA3). Em maio de 2020, a companhia anunciou o agrupamento de suas ações na proporção de 10 para 1. Ou seja, 10 ativos passaram a ser apenas 1

Assim, quem tinha 1000 ações no período passou a ter 100, por exemplo. Nesse cenário, o preço da ação também muda, pois são somados o preço de 10 papéis para formar 1. Porém, isso não altera o montante de capital que o acionista tem investido, embora o número de ações que possui seja menor.

O que é o split de ações?

O split — ou desdobramento — é o movimento contrário ao inplit. Nele, a ação de uma companhia é dividida em duas ou mais. As empresas que costumam recorrer ao processo buscam aumentar o número de papéis em circulação, reduzir a cotação deles ou trazer maior liquidez.

Logo, após o desdobramento, o número de ações que o investidor possui aumenta. E, semelhante ao que ocorre no inplit, o capital do acionista permanece inalterado — mantendo-se o percentual de sua participação na companhia.

Por exemplo, em maio de 2021, a B3 S.A — Brasil, Bolsa, Balcão (B3SA3), a empresa que administra a bolsa de valores brasileira, realizou o split de suas ações na proporção de 1 para 3. Nesse sentido, cada ação da companhia foi dividida em três.

Dessa maneira, o acionista com 100 ações passou a ser detentor de 300. Por consequência, o preço por ação diminuiu, considerando que foi dividido por 3. De toda a forma, o capital do investidor é mantido, apesar de aumentar o número de ações em sua carteira.

Como funcionam esses procedimentos?

A decisão sobre fazer inplit ou split dos ativos parte da administração da companhia. Mas isso não pode ser feito de maneira imediata, pois é necessário ter a autorização dos acionistas. 

Nesse caso, a administração define questões, como a proporção e data da posição, e convoca uma assembleia extraordinária para aprovação. Nela, os acionistas poderão acatar ou rejeitar a proposta de agrupar ou desdobrar as ações.

Inplit e split de ações o que são, como funcionam e exemplos na bolsa

Caso ela seja aceita, a empresa deverá enviar um documento demonstrando todo o procedimento para chegar ao inplit ou split — divulgando a informação para o mercado. Na data designada, as ações sofrem o agrupamento ou desdobramento de acordo com o que ficou decidido em assembleia. 

A quantidade de ações é reajustada automaticamente nas carteiras dos acionistas. Também é importante saber que não há uma regra específica sobre o fator utilizado no inplit ou split. Porém, é comum que sejam usados múltiplos de 10 ou números que facilitem a conversão.

Quais as vantagens do inplit e split para empresas e para o investidor?

Como você viu, o inplit e o split são ferramentas utilizadas para aumentar ou diminuir o número de ações de uma companhia. A principal vantagem para as empresas é a possibilidade de controlar a volatilidade e liquidez de seus papéis sem precisar alterar seu capital social.

Perceba que uma ação com preço baixo pode sofrer com muita volatilidade, já que não será preciso de bastante capital para movimentar os seus preços. Já um papel com o preço mais elevado pode não ser acessível para o pequeno investidor, restringindo o acesso aos papéis.

Entretanto, esses cenários não são favoráveis para uma empresa. Logo, o uso do inplit e do split é uma forma simples de conseguir contornar essas questões. Isso sem precisar lançar novas ações no mercado ou alterar sua composição social — o que certamente seria mais custoso e burocrático.

Em relação ao investidor, essa é uma boa oportunidade de reajustar sua carteira de investimentos. Afinal, é possível comprar mais ações com a diminuição do preço no split ou vender parte delas quando acontecer o inplit — desde que as negociações façam sentido para a sua estratégia. 

Quais as possibilidades que eles podem trazer para quem deseja investir?

Após entender como funcionam esses processos na bolsa, vale a pena entender as oportunidades que o inplit e split de ações podem trazer para quem deseja investir ou especular. 

Confira!

Investidor

Inplit e split de ações o que são, como funcionam e exemplos na bolsa

Quem investe pensando no longo prazo pode encontrar mais fundamentos para fazer as suas escolhas com essas operações. Caso uma empresa esteja fazendo o split de suas ações, pode indicar que está passando por uma boa fase

A depender da estratégia utilizada, será possível começar a investir nela, aumentar a participação caso já invista ou realizar o lucro de uma fração do investimento. No cenário oposto, com o inplit de ações, a empresa pode estar passando por um momento menos confortável.

Nesse sentido, há uma oportunidade de revisitar os motivos que levaram à realização do investimento e se eles ainda persistem. A partir dessa análise, é possível tomar uma decisão sobre a manutenção do aporte.

Conclusão

Sabendo agora o que é inplit e split, é possível entender os seus impactos e as possibilidades que os processos trazem para a estratégia de investimento. Porém, antes de aproveitar as oportunidades, avalie o seu perfil e objetivos para fazer escolhas alinhadas à sua estratégia. 

Quer aprender mais sobre o investimento em ações? Faça o nosso curso Descomplicando o Mercado de Ações e conheça diversas estratégias utilizadas por profissionais!