Antes de alocar seus recursos nos investimentos do mercado financeiro é essencial avaliar as possibilidades disponíveis para basear sua decisão. Para fazer isso, vale a pena utilizar os diferentes métodos de análise de investimento.

Eles servem para orientar a avaliação dos ativos e seus resultados. Desse modo, é possível identificar oportunidades e saber como e quando atuar. Como muitos métodos já estão estruturados, é interessante conhecer o funcionamento das principais estratégias.

Na sequência, descubra quais são as abordagens que podem ser adotadas na análise de investimento e confira como investir com base nelas!

Quais são as estratégias de análise de investimentos?

Qual a melhor estratégia de análise de investimento

Os métodos de análise de investimento dependem das informações que são avaliadas e das ferramentas utilizadas. Com isso, eles se diferem em relação ao tipo de apoio que oferecem à tomada de decisão e à maneira como são usadas.

Para entender como as principais possibilidades funcionam, veja quais são alguns dos tipos existentes e saiba como é feita a análise de investimentos!

Análise fundamentalista

A análise fundamentalista recebe esse nome porque foca nos chamados fundamentos de um ativo. No caso das ações, por exemplo, o foco é identificar os pilares da situação econômica, financeira e mercadológica da empresa.

Essa análise utiliza indicadores e múltiplos fundamentalistas que ajudam a identificar a situação atual e as perspectivas para o negócio.

Por meio da análise de demonstrações financeiras, por exemplo, é possível conhecer a estrutura de faturamento, de custos e de lucro. A avaliação faz sentido porque uma companhia com boas demonstrações tende a ter maiores chances de sucesso no futuro.

Também há uma avaliação do grau de endividamento, da capacidade de gerar resultados com os recursos disponíveis e de outros aspectos relevantes. Por focar na qualidade das empresas, a análise fundamentalista costuma ser mais utilizada para o investimento de longo prazo.

Em relação aos desafios, ela exige uma interpretação contextualizada dos indicadores. Mais que calcular indicadores de forma individual, é necessário reunir informações diversas para obter conclusões completas.

Qual a melhor estratégia de análise de investimento

Análise técnica

A análise técnica dos mercados financeiros é outra estratégia, também conhecida como análise gráfica. Essa alternativa foca em obter informações relevantes a partir da representação gráfica de dados como preço e volume de negociação de ativos e derivativos.

Portanto, ela foca no histórico de condições dos investimentos e como eles se comportam. Por meio de indicadores técnicos, padrões gráficos e métodos de análise, é possível prever tendências e antecipar movimentos.

Essa é uma opção focada para operações de curto prazo. Logo, envolvem a especulação na renda variável. O objetivo é chegar a conclusões referentes a um período mais curto e buscar lucros com a variação de preços.

Como a análise gráfica foca em informações obtidas em um período mais recente, ela tende a ser fortemente influenciada pela volatilidade. Com isso, é preciso ter atenção para ser capaz de identificar pontos de entrada e de saída das operações.

Método próprio

Embora a análise técnica e a análise fundamentalista sejam escolas clássicas de avaliação, não são as únicas alternativas. É possível desenvolver uma metodologia própria, de acordo com as principais necessidades e preferências.

No Clube do Valor, por exemplo, usamos o método D.O.B.R.A.R. como estratégia de análise de investimento para a seleção de ações. Seus princípios são:

  • direção (D): envolve ter clareza sobre o que é mais importante e quais são os motivos para a realização de investimentos;
  • objetivos (O): inclui definir quais são as metas financeiras, com foco em resultados claros e temporais;
  • base (B): é uma etapa relacionada ao aprofundamento da educação financeira, com conhecimentos sobre o mercado, seus riscos e as oportunidades;
  • rentabilidade (R): aborda a construção do retorno ao longo do tempo, o que pode incluir o uso da abordagem value investing para encontrar ações descontadas;
  • alocação de ativos (A): consiste em definir percentuais para a carteira, estabelecendo uma parte para cada tipo de investimento;
  • rebalanceamento (R): está atrelado ao acompanhamento do portfólio e envolve equilibrar novamente a carteira, de acordo com seu perfil de investidor.

Com esse método próprio de análise de investimentos, você tem ajuda para selecionar as ações que podem ajudar a conquistar os seus objetivos financeiros. Como ele tem componentes da análise fundamentalista, pode ser uma estratégia de investimento focada no médio e no longo prazo.

Qual é o melhor método para analisar investimentos?

Qual a melhor estratégia de análise de investimento

Como você viu, existem diferentes estratégias para analisar os investimentos e cada uma é útil para um objetivo. Sendo assim, o melhor método é aquele que atender melhor às suas necessidades e expectativas.

Se a intenção for especular, a análise técnica faz mais sentido. Por outro lado, um investimento em longo prazo requer uma análise fundamentalista, o método D.O.B.R.A.R. ou uma estratégia própria, como você viu.

Portanto, não existe um método que seja superior ao outro em todos os casos. Em vez disso, o ideal é conhecer suas características e saber como as ferramentas serão usadas para determinar o que é melhor para o seu caso específico. 

Como investir com base nas estratégias de análise?

Agora que você sabe identificar qual análise de investimento é mais adequada para as suas necessidades, é crucial entender como usá-la. Tudo começa com um planejamento financeiro para dispor dos recursos necessários para aportar.

Depois, deve-se identificar seu perfil de investidor e, portanto, sua tolerância ao risco. Vale a pena unir essa informação aos objetivos financeiros. Assim, fica mais fácil decidir o tipo de operação a ser realizada.

A partir disso, é possível selecionar o método e começar a aplicá-lo. Por meio dos resultados de indicadores financeiros e da interpretação dos dados, você saberá quando comprar e quando vender os ativos.

Com a forma de análise adequada, é possível entender quais são os próximos passos e decidir como alocar seu dinheiro. Mas é importante notar que, independentemente do método escolhido, ter mais informações favorece a tomada de decisão.

Como você viu, há mais de um método de análise de investimento para adotar. Conhecendo seu perfil e seus objetivos, é possível selecionar aquele que for ideal para as suas necessidades, aproveitando seus benefícios.

Quer ajuda para conhecer e aplicar uma metodologia própria ao compor sua carteira? Faça o curso “Descomplicando o Mercado de Ações” e confira o método que usamos no Clube do Valor!