Quando se está falando de investimentos no exterior, 3 alternativas vêm à cabeça: investimento direto, BDRs ou o ETF IVVB11!

E, hoje, vou falar um pouco mais dessa terceira alternativa!

Vou comentar mais sobre como o IVVB11 funciona, e quais suas vantagens e desvantagens!

Além disso, vou explicar se, na nossa opinião, vale a pena dolarizar sua carteira usando esse Fundo de Índice!

Então, se você quer conhecer muito melhor essa forma de investir em ações norte-americanas, presta atenção neste artigo!

POR QUE INVESTIR NO EXTERIOR?

gestão de investimentos - avalie o investimento no exterior

Se você vivesse no Equador, você investiria todo o seu patrimônio no seu país?

Essa pergunta pode parecer bobagem, mas ela é muito válida.

Apesar do Brasil ser um país com uma economia bem maior do que a do Equador, nós ainda representamos apenas 3% do PIB mundial, e entre 1% e 2% do mercado financeiro.

Por isso, é uma boa ideia para todo investidor brasileiro pensar em investir parte de seu patrimônio no exterior – como nos Estados Unidos, por exemplo.

Além de diversificar mais a carteira, você se expõe a uma economia desenvolvida, e a uma moeda forte – o dólar.

Você também investe em algumas das maiores empresas do mundo, como Google, Amazon, Netflix, Facebook, Disney, Apple, etc…

Tudo isso pode te ajudar a ter retornos maiores!

Dá uma olhada no gráfico abaixo, que mostra a comparação do índice IBRX (ações brasileiras), do S&P 500 (ações dos EUA) e de uma carteira “Bull Bear” com metade em cada país.

(Rentabilidade passada não é garantia de rentabilidade futura)

A carteira internacionalmente diversificada é vencedora nesse estudo!

Acho que já te convenci que investir no exterior é uma boa, não é?

Mas será que o IVVB11 é uma boa forma de fazer isso? Vamos descobrir!

O QUE É O IVVB11?

Como investir em ETFs

O IVVB11 é um ETF, a sigla para Exchange Traded Fund, ou Fundo de Índice, em português.

Ou seja, ele é um Fundo de Investimento que é gerido passivamente com o foco de “seguir” um índice.

Assim a gestora de um ETF compra as ações na mesma proporção em que elas existem em um índice, ou seja, uma carteira teórica do mercado, para que a rentabilidade do Fundo seja sempre a mesma dele.

No caso do IVVB11, a sua gestora, a Black Rock Brasil, compra ações norte-americanas na mesma proporção em que elas existem no famoso índice S&P 500.

Dessa forma, quando S&P 500 sobe 1%, o ETF sobe 1%. Quando o índice cai 0,5%, o ETF cai 0,5%.

Além disso, o IVVB11, apesar de ser comprado em reais, é dolarizado.

Ou seja, ele também responde à movimentação do dólar, assim como à do S&P 500. 

Dessa forma, quando o dólar sobe 1%, o ETF sobe 1%. Quando a moeda cai 0,5%, o ETF cai 0,5%.

Para fazer essa gestão do ETF, a Black Rock Brasil cobra uma baixíssma taxa de administração de 0,23%.

Para investir em IVVB11, basta o investidor ter uma conta em uma corretora e pesquisar o código do ativo. Ele pode ser adquirido em cotas unitárias.

Mas será que essa é uma boa forma de investir seu dinheiro no exterior? É disso que vou falar a seguir!

QUAIS AS VANTAGENS DO IVVB11?

mestres-do-capitalismo

Como você deve ter visto pela definição acima que o IVVB11 serve muito bem ao seu propósito de dolarizar a carteira e expor o investidor ao mercado de ações norte-americano!

Primeiramente, cabe dizer que investir nesse ETF é muito simples e rápido.

Basta logar na plataforma da sua corretora, pesquisar por ele e comprar cotas, como quem compra uma ação.

Além disso, com o investimento nesse Fundo de Índice, o investidor está diversificando seu patrimônio em 500 empresas dos EUA, de segmentos totalmente diferentes!

Para fazer isso com ações individuais, seria necessário ter muito dinheiro para investir…

E tem mais: esse investimento está custodiado no Brasil apesar de estar atrelado a ações dos EUA e ao dólar.

Isso significa que, para investir nele, você não precisa fazer remessas internacionais, e nem arcar com os custos e tributos para uma operação como essa!

Já deu pra ver que tem vários motivos para considerar adicionar o IVVB11 à sua carteira, não é?

Mas será que esse ETF também tem um lado ruim?

A seguir, vou falar das desvantagens desse ativo!

QUAIS AS DESVANTAGENS DO IVVB11?

mestres-do-capitalismo

É claro que nem tudo é um mar de rosas…

E, apesar de todos os benefícios, o IVVB11 também tem algumas desvantagens.

A principal, e aquela que incomoda mais investidores, é a perda de controle sobre os ativos de sua carteira que você tem ao investir em um Fundo de Índice.

Pela própria natureza desse investimento, de gestão passiva, as ações do ETF estarão na carteira dele com base na proporção que elas existem no índice replicado por ele.

Você não pode colocar, tirar ou aumentar o peso de ações. Tudo isso é feito passivamente pela gestão do ETF. Ele também sempre terá a mesma rentabilidade que o S&P 500.

Por isso, muitas pessoas que querem ter uma gestão mais ativa e “personalizada” de sua carteira de investimentos nos EUA prefere BDRs ou investimento direto em ações norte-americanas.

Além disso, o IVVB11 não fornece dividendos diretamente ao investidor.

No entanto, na minha opinião, essa não é bem uma desvantagem…

Isso porque você ainda recebe dividendos: eles só são automaticamente reinvestidos na carteira do próprio ETF (e se refletem, para você, como valorização das cotas).

Isso poupa trabalho operacional do investidor, e ainda ajuda aqueles que, mesmo ainda construindo seu patrimônio, não têm autocontrole para não sacar os dividendos!

Finalmente, o IVVB11 também possui uma taxa de administração de 0,23% – baixíssima, mas ainda pode incomodar alguns investidores.

Porém, com todas essas vantagens e desvantagens listadas, vale a pena investir em IVVB11?

É isso que vou responder a seguir!

IVVB11 VALE A PENA?

acoes-ordinarias

Será que é um bom negócio investir em IVVB11?

Antes de dar a resposta definitiva, aviso que falamos disso do ponto de vista de uma gestora de investimentos que ensina tudo que pratica e pratica tudo que ensina!

E, com isso dito, posso afirmar que, para nós, investir em IVVB11 vale sim a pena!

É inclusive a forma como diversificamos internacionalmente a carteira de todos os nossos clientes de gestão que têm renda variável em suas alocações!

Mas por que?

Primeiramente porque, como falei, é um método fácil e barato de dolarizar a carteira e se expor ao mercado norte-americano – o que é, basicamente, o que a parte de investimentos no exterior de sua carteira deve fazer.

O reinvestimento automático de dividendos é, para nós, também uma vantagem!

Além disso, não é preciso fazer remessas para o exterior nem pagar IOF – como é necessário para comprar ações norte-americanas diretamente.

Ele também tem alta liquidez, algo que os BDRs ainda não possuem, e que pode causar grandes distorções na sua rentabilidade.

Dá uma olhada abaixo, nesse gráfico que mostra a comparação entre a rentabilidade das ações da Apple em reais (vermelho), com a rentabilidade do BDR APPL34 (amarelo).

Você pode ver que elas são quase a mesma coisa, ficando uma em cima da outra em boa parte do gráfico.

Isso é porque a Apple tem um dos BDRs mais negociados (líquidos) do Brasil.

Porém, quando não há tantas negociações de um ativo, muitas vezes o spread, ou seja, a diferença entre o preço de compra e venda, pode influenciar muito na rentabilidade de longo prazo dele.

Olha no segundo gráfico, as ações da Nike em reais (amarelo) em comparação com o BDR NIKE34 da empresa (verde).

Isso é dinheiro que você não ganha, pois paga mais caro na hora de comprar e cobra menos na hora de vender, por causa dos poucos negócios de vários BDRs.

Só por isso, consideramos o ETF IVVB11 uma opção melhor do que compra direta de ações e BDRs, pelo menos pelo futuro próximo!

É claro que isso não é uma regra, mas é como enxergamos essa situação hoje, e como investimos!

COMO INVESTIR NO BRASIL E NOS EUA COM POUCO DINHEIRO

como juntar dinheiro rapido ganhando pouco

Depois deste artigo, certamente ficou claro para você que investir seu patrimônio tanto no Brasil quanto nos Estados Unidos é uma boa estratégia, não é?

Essa é, inclusive, a base da nossa Estratégia Bull Bear de Investimentos.

Esse é um método simples de investimento que usa o IVVB11, e que permite ao investidor colocar seu dinheiro para trabalhar no Brasil e nos EUA com facilidade, mesmo que tenha menos de R$ 500 para investir!

Você pode aprender mais sobre ele nesse artigo!

Essa estratégia é também a base do que ensinamos no nosso curso introdutório à Bolsa de Valores, o Minha Primeira Carteira de Ações!

Você pode conhecer melhor esse treinamento, pensado para ensinar qualquer um a investir em ações, apertando neste link!

Com isso, me despeço por hoje!

Bons investimentos,

Antonio Stein