As ações disponíveis no mercado podem ser classificadas de diversas formas, dependendo das características que apresentam. Nesse sentido, saber o que são as ações blue chips é importante porque permite que você avalie o critério para selecionar papéis e compor a carteira.

Antes disso, entretanto, vale a pena entender melhor o funcionamento dessas ações e o que elas oferecem. Assim, será possível definir se o investimento faz sentido para a sua realidade e se é interessante incluir os papéis em sua estratégia.

Neste artigo, você descobrirá o que caracteriza as ações blue chips e saberá como tomar a decisão sobre o investimento. Continue a leitura!

O-que-sao-acoes-blue-chips-Vale-a-pena-investir

O que são ações blue chips?

No mercado de ações, o termo blue chip faz referência a uma classificação de determinadas empresas negociadas na bolsa de valores. As ações blue chips são os papéis de grandes empresas, que já estão consolidadas no mercado.

Nas bolsas internacionais, elas são conhecidas como blue chips stocks. O nome vem das fichas azuis de pôquer — que são as mais valiosas do jogo. Além disso, as ações podem ser chamadas de large caps, ou seja, que apresentam grande capitalização. 

Quais são as principais características dessas ações?

Para ser classificada como blue chip, uma ação precisa atender a critérios em relação ao desempenho e ao posicionamento de mercado. Como visto, elas têm um nível elevado de capitalização.

Outra característica é que contam com alta liquidez, o que significa que há um bom volume de negociação dos papéis na bolsa. Esse é um sinal de que a empresa atrai o interesse de muitos investidores, pelo seu porte e importância no mercado.

Também é válido destacar que as ações blue chips, no geral, podem ser boas pagadoras de dividendos. Isso se dá tanto pela boa situação financeira (normalmente são líderes de seus setores) quanto pela baixa necessidade de reinvestimento.

Não menos relevante, as ações classificadas como blue chips apresentam níveis elevados de governança corporativa, com atuação transparente e que segue as melhores práticas. Devido a essas características, é comum que elas sejam avaliadas como sendo menos arriscadas.

Empresas menores (small caps), por exemplo, costumam apresentar maior volatilidade. Por ainda serem incipientes no mercado, podem trazer mais riscos. Mas também podem oferecer maior potencial de valorização.

Ao mesmo tempo, é importante notar que, provavelmente, ações blue chips não passarão por um grande crescimento. Como já são consolidadas em seu mercado, não há tanto espaço para valorização quanto em companhias menores.

Quais as principais blue chips da bolsa brasileira?

Na bolsa de valores do Brasil, há diversas ações de empresas que são consideradas blue chips. No geral, elas estão ligadas às maiores companhias de capital aberto do país e também às mais tradicionais.

Considerando o Índice Bovespa (Ibovespa), que reúne as empresas mais negociadas na bolsa, alguns papéis que se encaixam na classificação são:

  • Petrobras (PETR3 e PETR4);
  • Vale (VALE3);
  • Ambev (ABEV3);
  • Itaú Unibanco (ITUB3 e ITUB4);
  • Bradesco (BBDC3 e BBDC4), entre outras.

Da mesma forma que há blue chips brasileiras, também há versões de outros mercados, como das bolsas dos Estados Unidos ou Europa. Portanto, é uma classificação que pode ser aplicada amplamente.

O-que-sao-acoes-blue-chips-Vale-a-pena-investir

Qual é a importância das ações blue chips?

A existência de ações que se encaixam na classificação blue chip tem um grande impacto no mercado acionário. Isso acontece porque elas têm alta capitalização e alta liquidez, então seus resultados afetam diretamente as negociações gerais.

No Brasil, por exemplo, as blue chips geram grandes impactos no Ibovespa. Portanto, as oscilações do desempenho desses papéis podem afetar a performance de todo o mercado. Se elas estão em queda, a bolsa como um todo sofre o impacto.

Além de servirem como termômetro do cenário, as ações blue chips são responsáveis por movimentar uma elevada quantia. Como esses papéis são considerados os melhores investimentos por muitos investidores, estão entre os mais negociados.

Vale a pena investir em ações blue chips?

Por suas características, as ações blue chips podem ser atraentes para investidores, mas a decisão de investir é individual e você deve ponderar suas particularidades. Por exemplo, seu perfil de investidor. 

Para investir na bolsa, é necessário que haja mais tolerância aos riscos, já que o investimento em ações faz parte da renda variável. Contudo, as blue chips são adequadas para quem busca maior manejo de risco e menor volatilidade.

Além disso, vale a pena compreender quais são os seus objetivos financeiros. Esse tipo de investimento em ações costuma fazer mais sentido para quem busca certas características. Por exemplo, solidez para o longo prazo, liquidez mais alta e maiores dividendos.

Como as empresas são mais consolidadas, não precisam reinvestir partes tão grandes dos resultados. Logo, a distribuição dos lucros tende a ser maior, o que favorece a obtenção de renda passiva pelos acionistas.

Mas, como você viu, elas podem não as melhores alternativas para quem busca alto potencial de valorização. As ações blue chips costumam ser indicadas para quem foca em empresas sólidas e que provavelmente continuarão estabilizadas no mercado.

Como incluir as ações blue chips em sua carteira?

O-que-sao-acoes-blue-chips-Vale-a-pena-investir

Ao investir em ações, é importante se lembrar do papel da diversificação. Da mesma forma que é interessante distribuir os recursos entre renda fixa e renda variável e suas diversas alternativas, é preciso focar em selecionar empresas variadas.

Então, por mais que as ações blue chips sejam relevantes e possam trazer bons resultados, o ideal é que elas façam parte de um portfólio diversificado. Do contrário, você corre o risco de não aproveitar tanto a rentabilidade de ações com maior potencial de valorização, por exemplo.

Assim, é possível compor a carteira com ações blue chips, mid caps (que são as de média capitalização) e small caps, na proporção adequada para os seus objetivos. Ademais, procure diversificar setores e riscos.

Com base nessas informações, você sabe o que são as ações blue chips e, principalmente, se vale a pena investir nelas. Antes de adquirir um papel do tipo, portanto, foque em avaliar as principais características para entender se existe o alinhamento com o seu perfil.

Quer mais apoio para investir em ações? Conheça o curso “Minha Primeira Carteira de Ações” e aprenda a montar a sua!