O fato é: se você levar a sua vida de uma certa forma, seguindo as características descritas neste texto, você vai ter problemas financeiros no futuro.

São hábitos que te levam a ter uma vida muito mais difícil do que se você eliminar essas características para começar a nutrir bons comportamentos financeiros.

Neste texto, você vai descobrir quais são as 7 características que podem te fazer perder muito dinheiro. Se você se identificar com algum desses hábitos, cuidado, porque pode ser um sinal de que você pode ter problemas graves financeiros no futuro. Continue lendo para saber como não perder dinheiro.

Como fazer para não perder dinheiro?

Bom, vamos lá! Um ponto importante aqui é que ser pobre ou ser rico vai muito além de bens materiais.

Existem muitas pessoas que ostentam grandes carros, residências luxuosas, etc, e não têm um centavo conta bancária. Ou pior: devem dinheiro para Deus e para o mundo.

Então, o que é a riqueza?

Para mim, riqueza é uma questão de liberdade e tranquilidade. É você ter a liberdade de passar tempo com quem gosta e de fazer o que gosta da vida. Essa liberdade, que realmente gera riqueza, pode ser conquistada com dinheiro, mas também com outras formas de viver a vida.

Dito isso, vamos começar agora com os 7 hábitos que te fazem perder dinheiro:

Hábito 1: Ter o dinheiro como uma batata quente na mão

Vamos direto ao ponto: pessoas que gastam absolutamente tudo que ganham não vão conseguir ter uma vida tranquila no futuro.

E por quê?

Porque, apesar de quanto ganham – se estiverem nem um emprego que paga um salário mínimo, dois salários mínimos ou 30 salários mínimos por mês – a característica vai seguir com ela pelo resto da vida.

Tem muita gente que ganha muito dinheiro por mês, e que não poupa um centavo sequer. Ou pior: pessoas que ganham bastante dinheiro por mês e gastam tudo o que ganham e mais um pouco; ficam devendo.

Elas trocam uma vida mais tranquila no futuro por uma gratificação instantânea no presente, e essa conta vai voltar para ser cobrada.

Como vencer esse primeiro problema?

Simplesmente com organização financeira. Se esforçando para poupar todos os meses um pouco e, se esse pouco que você poupa é não basta para construir um futuro melhor, buscar novas formas de ganhar dinheiro, novas formas diferentes de poupar dinheiro, etc.

Enfim, criar o seu planejamento financeiro.

Hábito 2: Não aprender nada desde a faculdade ou do colégio

como deixar de perder dinheiro

Pessoas que não têm uma mentalidade de buscar crescer, ter mais conhecimento e continuar aprendendo, infelizmente, tendem a trilhar o caminho da insegurança financeira ou da pobreza financeira.

Essas pessoas imaginam que, a partir do momento que saem do colégio ou da faculdade, vencem o jogo da educação.

Quando, na verdade, se poderia considerar o colégio ou a faculdade como uma espécie de “Jardim de Infância” da educação. É o ponto de partida.

Como solucionar essa característica?

Busque mais educação.

Seja formal: com cursos de pós-graduação, mestrado, doutorado.

Seja informal, como você está fazendo agora: buscando artigos com mais conhecimento para a sua vida, ou assistindo vídeos, etc.

O conhecimento transforma a sua vida, e é muito divertido. É muito gratificante encontrar algo que faça sentido estudar.

Hábito 3: Acreditar que todos que tem dinheiro nasceram em circunstâncias favoráveis

Eu não quero ser hipócrita aqui. Evidentemente a família em que você nasce e as oportunidades que surgem fazem diferença. Mas não é isso que determina se a pessoa vai ter uma vida com muita tranquilidade financeira ou uma vida sem liberdade alguma.

Não à toa está cheio de casos de pessoas que ganharam verdadeiras fortunas ao longo da vida e perderam tudo por conta da forma com que elas lidavam com o dinheiro.

Se vê por aí vários ex-jogadores de futebol, um monte de ex-ganhador da Mega-Sena e da loteria… Casos comuns de pessoas que ganham muito dinheiro e quebram.

O que mostra que a sorte, ou nascer “no lugar certo”, não determina o seu destino financeiro. Há também aquele ditado: “pai rico, filho nobre, neto pobre”. Ou seja, muitas famílias quebraram em algumas gerações por conta da forma com que os herdeiros lidavam com o dinheiro.

Assim como há vários casos de pessoas que nasceram em condições totalmente desfavoráveis. É evidente que essas pessoas enfrentam mais desafios – novamente, não vamos ser hipócritas. Assim como há várias que conseguem, com bons hábitos e com muito trabalho duro, ter uma vida de muito mais tranquilidade. E essa é a terceira característica desse tipo de pessoa.

Como resolver essa característica?

O importante é se enxergar como o protagonista da sua vida, o principal responsável por onde você vai chegar, apesar de onde tenha começado.

Então, se este texto está fazendo sentido para você, compartilhe com as pessoas que você mais gosta para ajudá-las a vencer essas más atitudes e ter uma vida muito mais rica e muito mais feliz.

Hábito 4: Se impressionar facilmente por bens materiais

Como não perder dinheiro? 7 atitudes para evitar

Ou seja, valorizar muito outras pessoas que possuem grandes carros, que vivem uma vida de luxo ou de ostentação. Uma vida que tem um custo muito alto. Neste caso, o principal sinônimo de riqueza é de fato ter bens materiais.

Essas pessoas se endividam e gastam mais do que têm para buscar ter uma vida com mais bens materiais, com mais brinquedinhos, uma vida com mais ostentação.

Segundo uma pesquisa do Serasa, o grande vilão de endividamento é o cartão de crédito, que é uma ótima ferramenta de planejamento se você usar do jeito certo.

Como corrigir essa característica?

Lembre do que falei antes: veja o dinheiro além dos bens materiais. O dinheiro é uma forma de ter mais tempo e liberdade.

Desconecte sua visão do que os outros enxergam como valioso e entenda como o dinheiro pode mudar sua vida de fato!

Hábito 5: Acreditar que o governo ou o sistema é quem está sempre errado

É evidente que o governo faz muito mal o seu trabalho em praticamente todo lugar do mundo, mas especialmente no Brasil. Isso é um fato!

Agora, acreditar que esse é o principal motivo pelo seu insucesso financeiro, ou por você ter os problemas que tem tem na vida, é basicamente aceitar as condições que foram impostas a você.

Então, pessoas que têm essa característica acabam se vitimizando mais, se esforçando menos para mudar a situação e vivendo um dia após o outro sem pensar na importância de planejar o futuro financeiro.

Como corrigir isso?

Você tem que assumir o protagonismo da sua vida. Entender que depende principalmente de você e lutar contra essas barreiras que existem naturalmente no nosso dia a dia para mudar a sua situação financeira.

Hábito 6: Jogar frequentemente na loteria

Nada contra quem aposta em loteria, mas eu realmente já vi casos de pessoas que gastam parte significativa do seu salário em jogos na loteria. Isso mostra muito bem as outras características que eu expliquei anteriormente.

Muitas vezes, isso é sintoma de um problema maior: acreditar que só com sorte se conquista dinheiro suficiente para ter uma vida mais tranquila e com mais liberdade.

Ou seja, acreditar muito em eventos e pouco em processos. Assim, se acaba tendo bastante a característica de jogar, e às vezes, com muito dinheiro.

Existem estudos que mostram que as regiões mais pobres dos Estados Unidos são as que mais pessoas jogam na loteria. Isso corrobora muito com essa característica que eu estou apresentando aqui.

Uma matéria mostra a trajetória de um homem de 37 anos que joga desde os 13 anos e gasta pelo menos R$ 50 todas as semanas com apostas. Se a gente analisar o gasto total dele com isso, são R$ 2.600,00 por ano! Ou R$ 62.400,00 nesses 24 anos de apostas. E isso sem contar a rentabilidade que esse dinheiro poderia ter tido se bem investido!

Hábito 7: perder dinheiro em esquemas do tipo pirâmides financeiras

7 erros que fazem você perder dinheiro

Esquemas de promessas de retorno de 5, 8, 10 por cento ao mês… De novo, se deslumbrando com a ideia de uma grande tacada.

Tudo o que há de maior farsa no mundo dos negócios, infelizmente, ainda atrai muitas pessoas que possuem as demais 6 características que listei até aqui.

Como evitar isso?

Fuja de promessas do tipo “fique rico rápido”, e analise o racional por trás disso com muito ceticismo.

Na maioria esmagadora das vezes que alguém te sugerir um negócio que você pode ficar rico rápido e sem nenhum esforço, se trata de uma grande de uma furada que vai te fazer perder dinheiro. Por isso, tenha muito ceticismo sempre que isso aparecer.

Conclusão

A grande mensagem aqui é que não tem nada a ver com o quanto você ganha por mês, e sim sobre o quanto você controla o seu dinheiro – como age em relação a ele.

Uma gestão financeira ruim não vai ser medicada com mais dinheiro. Na verdade, você vai continuar com o mesmo problema, e pode até virar uma bola de neve.

O denominador em comum de todas essas características é a falta de um plano – uma crença de que a riqueza acontece do dia para a noite.

E, por fim, para continuar te ajudando na jornada para ser um investidor melhor, o Clube do Valor – uma gestora de investimentos com diversos cursos – mantém o blog sempre atualizado. Além disso, não deixe de conferir os nossos conteúdos gratuitos para continuar desenvolvendo a sua educação financeira no instagramyoutube e facebook.

E me conta aqui, qual dessas 7 características você mais vê nas pessoas ao seu redor?