Muitos investidores buscam os fundos imobiliários como uma forma de receber uma renda passiva recorrente. O BRCR11 é um dos diversos fundos listados em bolsa que se empenham para distribuir dividendos aos seus cotistas por meio de aluguéis, venda de imóveis ou direitos sobre eles.

Caso esse seja o seu objetivo, talvez o BRCR11 faça sentido para integrar sua carteira de investimentos. No entanto, antes de fazer qualquer aporte é pertinente conhecer mais sobre suas características, sua gestão, seu portfólio, entre outras informações para fazer a melhor escolha.

Portanto, acompanhe este artigo até o final e saiba mais sobre o BRCR11. Veja se vale a pena investir nesse fundo imobiliário!

O que é um fundo imobiliário?

BRCR11 conheça as características, dividendos e se vale a pena investir nesse FII

Os fundos de investimento imobiliários — também conhecidos como FIIs — são um veículo de investimento coletivo. Nele, diversos investidores se reúnem para investir no setor imobiliário. Então eles são criados em um formato que se assemelha a um condomínio.

Para fazer parte desse grupo o interessado precisa adquirir cotas, e o portfólio é administrado por um gestor. O objetivo desse profissional é utilizar os recursos da melhor forma possível, para trazer os maiores retornos com investimentos no ramo imobiliário.

Cada FII conta com uma política de distribuição de lucros. A maior parte é distribuída através de dividendos entre todos os cotistas — de modo proporcional à quantidade de cotas que cada um possui. Assim, quanto mais cotas você tiver, maior será o retorno recebido.

Portanto, investir em FIIs é uma alternativa acessível ao potencial do mercado imobiliário. Isso porque o capital para investir em uma cota de FII é inferior ao que seria preciso para comprar um imóvel individualmente. E mesmo com apenas uma cota já será possível participar dos lucros.

O que é BRCR11?

BRCR11 é o ticker de negociação do FII BTG Pactual Corporate Office Fund, um fundo imobiliário do tipo renda, gestão ativa com segmento híbrido. Ele é um dos maiores FIIs de lajes corporativas listados em bolsa e começou a ser negociado a partir de dezembro de 2010.

Seu objetivo primordial é investir em escritórios comerciais de laje corporativa com renda, estrategicamente localizados nas principais cidades do Brasil. Mas também detêm bases em outros ativos como cotas de outros FIIs, letras de câmbio (LC) e certificados de recebíveis imobiliários (CRIs).

Ele é constituído sob a forma de condomínio fechado. Assim, depois da oferta pública, suas cotas somente podem ser adquiridas no mercado secundário na bolsa. Além disso, seu prazo de duração é indeterminado. 

Quais suas principais características?

Como visto, o BRCR11 é um fundo considerado híbrido por poder investir tanto em imóveis físicos quanto em direitos imobiliários. Em junho de 2021, seu portfólio era composto por 14 imóveis de escritório localizados em São Paulo e Rio de Janeiro, de alta qualidade (classe AAA e A).

Os imóveis são locados por diversas empresas nacionais e multinacionais renomadas, como a Gerdau, Volkswagen, LinkedIn, CNN e Petrobras, entre outras. Ademais, o fundo busca possuir uma participação relevante em seus imóveis, de modo a mantê-los sempre atualizados e modernos.

A gestão do fundo fica a cargo da BTG Pactual Gestora, que atua no Brasil há mais de 20 anos. A remuneração da gestora era de 1,5% ao ano, incidentes sobre o valor de mercado do fundo. Contudo, até 9 de setembro de 2022, a taxa cobrada será de 1,1% ao ano em caráter de desconto.

Já a taxa de administração do BRCR11, em julho de 2021, era de 0,250% à razão de 1/12 avos, calculada sobre o seu valor de mercado. A quitação é realizada até o 5º dia útil do mês subsequente ao mês em que os serviços forem prestados.

A política de rendimentos do fundo prevê a distribuição de, no mínimo, 95% dos resultados auferidos no semestre. Eles são apurados conforme o regime de caixa — nos termos da legislação em vigor e de seu regulamento.

Os dividendos são pagos mensalmente, havendo a divulgação do valor até o 5º dia útil do mês. O pagamento é realizado uma semana após a publicação dos valores, geralmente no dia 15.

Quais as vantagens e desvantagens dos investimentos em FIIs?

Após conhecer o que são os fundos imobiliários, vale a pena conferir suas vantagens e desvantagens, de modo a verificar se esse tipo de investimento faz sentido para você. 

Confira!

Vantagens

Um dos maiores benefícios do investimento em FIIs é a isenção tributária sobre os seus rendimentos para pessoas físicas. Essa vantagem faz com que eles sejam bastante procurados por quem deseja viver de renda — obtendo uma renda passiva recorrente.

BRCR11 conheça as características, dividendos e se vale a pena investir nesse FII

Outro ponto vantajoso está relacionado à expectativa de rentabilidade, em especial os fundos que distribuem dividendos com a locação de imóveis. Os fundos imobiliários podem ser mais rentáveis que os investimentos de renda fixa — principalmente quando a taxa de juros está baixa.

Também conta como vantagem a diversificação proporcionada pelos fundos imobiliários. Embora existam aquelas que tenham apenas um imóvel no portfólio, muitos outros possuem diversos empreendimentos na carteira. O BRCR11, por exemplo, conta com 14 edifícios comerciais.

Desvantagens

A primeira desvantagem a ser apontada diz respeito à obrigatoriedade de recolhimento de Imposto de Renda (IR) sobre a venda das cotas com ganho de capital. O investimento em ações, por exemplo, possui isenção de IR para vendas de até R$ 20.000,00/mês, benefício que não se estende aos FIIs.

Outra desvantagem de bastante relevância é a possibilidade do fundo não distribuir dividendos em caso de vacância dos imóveis. Como a renda de muitos fundos é pautada na locação de imóveis, caso eles estejam desocupados o FII reduzirá ou poderá suspender o pagamento de dividendos.

Vale a pena investir em BRCR11?

A resposta para esse questionamento dependerá do seu perfil de investidor e objetivos financeiros. Afinal, a forma de distribuição de dividendos pode agradar um público específico e não ser o bastante para outro. Então considere os fatores para tomar uma decisão individual.

Conseguiu conhecer melhor o BRCR11 e sua forma de distribuição de dividendo? Não se esqueça que ele é apenas um dos diversos FIIs que atuam com imóveis comerciais. Portanto, analise as opções disponíveis no mercado na busca daquele que faz mais sentido para seu portfólio.

Quer aprender mais sobre os fundos imobiliários? Se inscreva em nosso curso completo sobre Como Investir em Fundos Imobiliários e faça as melhores escolhas!