NuConta: Como Funciona? Qual o Rendimento? É Segura?

Você já pensou em uma conta bancária que te oferece rendimentos acima da poupança para o dinheiro que você tiver nela?

É isso que a muito comentada NuConta, a conta do banco digital Nubank promete.

Estamos vivendo um momento de ascensão de bancos digitais no Brasil, com diversas instituições bancárias mais simples e menos burocráticas do que os bancos tradicionais ganhando espaço no setor financeiro nacional.

E essa promessa de uma conta na qual o dinheiro rende um pouquinho todo dia faz o Nubank se destacar entre os demais concorrentes!

Mas será que você realmente sabe como a NuConta funciona?

Você sabe quanto ela rende? 

Quanto o seu patrimônio renderia se aplicado nela?

E será que, com todas essas promessas, é seguro deixar seu dinheiro nela?

Se sim, seria ela uma boa opção para sua reserva de emergência?

Com esse artigo, eu pretendo responder todas essas e várias outras perguntas que você pode ter sobre esse novo tipo de conta bancária!

    O QUE É A NUCONTA? COMO FUNCIONA? É CORRENTE OU POUPANÇA?

    mestres-do-capitalismo

    A NuConta nada mais é do que a conta à qual você tem acesso ao fazer seu cadastro no banco digital Nubank.

    Ela pode ser aberta e administrada diretamente pelo app do banco no seu celular, funcionando como uma conta bancária normal, e o dinheiro pode ser depositado nela através de TED e boleto.

    Pelo fato do Nubank não ter agências físicas, os únicos jeitos de sacar dinheiro dela são transferindo para outro banco ou sacando em um caixa Banco24horas/Tecban e da rede Saque e Pague.

    Para isso é necessário pagar uma taxa de R$ 6,50.

    Porém, a grande vantagem que a NuConta promete aos seus clientes é que o dinheiro depositado nela rende mais do que na poupança tradicional.

    Isso é possível pois o banco investe o dinheiro depositado nas contas dos clientes em Títulos Públicos e RDBs.

    Vou entrar mais a fundo nesse assunto ao longo do artigo!

    Vale lembrar também que a NuConta é considerada uma “Conta de Pagamento”, não uma “Conta Corrente” nem uma “Conta Poupança”.

    Por isso, segundo as regras do Banco Central, ela pode ser usada para realização de saques, pagamentos de contas, transferências entre contas de mesma instituição e transações via cartão de débito.

    QUANTO RENDE A NUCONTA? QUAL RENDIMENTO EU TERIA NELA?

    primeiro-milhao

    Uma das qualidades que leva muitas pessoas a se interessarem pela conta do banco Nubank é a rentabilidade dela.

    Em seu marketing, a instituição afirma que deixar dinheiro em sua conta de pagamentos rende mais do que a poupança

    E é verdade.

    Quando o investidor aplica seu dinheiro na NuConta, o Nubank pode investir esse capital em 2 tipos de aplicações, dependendo da escolha do usuário: Títulos Públicos ou Recibos de Depósito Bancário (RDBs).

    Em ambos os casos, a rentabilidade repassada ao correntista do banco é igual a 100% do CDI, o indicador que serve como referência para a rentabilidade da renda fixa no Brasil.

    Já a poupança tradicional possui um rendimento, de acordo com a regra nova instituída em 2012, de 70% da taxa SELIC (muito próxima do CDI), enquanto essa taxa estiver abaixo de 8,5% a.a.

    Portanto, é possível sim afirmar que a NuConta rende mais do que a poupança.

    E quanto o seu patrimônio renderia nela?

    Você pode aproveitar a calculadora abaixo para simular quanto seu patrimônio renderia na NuConta (utilizando 100% do CDI como referência) e na Poupança (utilizando 70%)

    Qual a Taxa CDI (DI) Hoje? (12/08/2020)
    0.00% ao ano.
    R$
    ,00
    R$
    ,00
    DI
    %
    Prazo
    M
    Calcular

    (O resultado na calculadora não é uma garantia de rentabilidade, é uma estimativa com base no CDI de hoje)

    A NUCONTA TEM COBERTURA DO FGC?

    FGC - Fundo Garantidor de Crédito

    O Fundo Garantidor de Crédito, ou FGC, é uma entidade que visa proteger o investidor no caso de intervenção, liquidação ou falência de bancos, financeiras e outras empresas que fazem parte do mercado financeiro.

    O Fundo Garantidor de Crédito cobre uma variedade de ativos financeiros, e “segura” até R$ 250.000,00 de patrimônio investido neles por CPF/CNPJ por instituição financeira.

    O “seguro” também tem um teto de 1 milhão de reais por CPF/CNPJ a cada 4 anos.

    Ou seja, no caso de uma instituição financeira em que você investe falir ou ser liquidada, o FGC ressarce você no valor dos ativos cobertos por ele que você tinha nessa instituição.

    Isso, é claro, até o limite máximo de R$ 250.000,00 por instituição. 

    (Para uma lista completa dos investimentos cobertos e mais informações sobre o FGC, dê uma olhada nesse artigo meu!)

    Agora que você tem conhecimento do Fundo Garantidor de Crédito, posso responder se ele cobre a NuConta!

    E a resposta é… depende.

    Se você opta por investir o dinheiro em sua NuConta em Títulos Públicos, ele não está coberto pelo FGC.

    Se você escolhe os Recibos de Depósitos Bancários (RDB), sim.

    Continue lendo para entender melhor o porquê dessa diferença!

    A NUCONTA É SEGURA?

    melhores-acoes-para-investir

    Existem duas modalidades pelas quais seu dinheiro pode ser investido pelo Nubank quando você deposita ele na sua conta do banco.

    A primeira seria o dinheiro investido em Títulos Públicos. Todos os depósitos feitos antes de junho de 2019 na NuConta estão nesta modalidade.

    Nesse caso, o NuBank pega o dinheiro que você depositou e o investe em Títulos Públicos do governo.

    Esse patrimônio não tem cobertura do Fundo Garantidor de Crédito, o FGC.

    Isso é porque esse ativo não está entre aqueles que são cobertos pelo Fundo. 

    Porém, isso não quer dizer que esse dinheiro não está seguro. Aliás, ele está mais seguro ainda.

    Afinal, quando você usa essa modalidade de investimento, sua NuConta age como uma Conta de Pagamentos, não como uma Conta Corrente, e o dinheiro nela não está englobado no patrimônio do banco.

    Ou seja, caso ele venha a falir, ou sofra liquidação, esse seu dinheiro seguirá aplicado, e não vai “sumir”, nem será utilizado para pagar quaisquer dívidas que o Nubank teria.

    Por isso, não há com o que se preocupar: os Títulos Públicos são o investimento com menor risco que existe no Brasil.

    O único jeito de perder eles seria se o governo brasileiro quebrasse e desse calote no pagamento dos Títulos Públicos – algo que nunca ocorreu.

    A coisa já é um pouco diferente para o dinheiro investido em RDB, ou Recibo de Depósito Bancário.

    Se você optar por investir nessa modalidade, o dinheiro “sai” de sua Conta de Pagamentos, e passa a fazer parte do patrimônio do Nubank.

    Dessa forma, ele passa a poder ser utilizado pela instituição para oferecer empréstimos, por exemplo.

    No entanto, esse leve aumento de risco da RDB tem uma contrapartida: o dinheiro aplicado nessa modalidade tem cobertura do Fundo Garantidor de Crédito, o FGC.

    Isso quer dizer que, mesmo que o Nubank quebre ou seja liquidado, você tem cobertura de até R$ 250.000,00 aplicados em RDB nele.

    Ou seja, se você tem até essa quantidade de dinheiro aplicado na NuConta na modalidade RDB, não se preocupe, seu patrimônio está segurado pelo FGC.

    Vale lembrar, no entanto, que qualquer real em RDB acima disso no mesmo banco não tem essa cobertura.

    Fica então à opção do cliente selecionar a modalidade de conta que prefere, de acordo com seu patrimônio e preferência.

    A rentabilidade das duas é a mesma!

    A NUCONTA É UMA BOA OPÇÃO PARA A MINHA RESERVA DE EMERGÊNCIA?

    Depois de ler todas essas informações sobre a NuConta, você deve estar se perguntando se ela se configura como uma boa opção para sua reserva de emergência, não é?

    Para relembrar, a reserva de emergência é aquela reserva monetária que você deve guardar para o caso de alguma emergência grave que demande bastante dinheiro, ou para o caso de você ter que largar seu emprego.

    Também chamada de “Colchão de Liquidez”, o montante de sua reserva deve consistir em 3 a 12 meses de seus gastos mensais médios.

    Esse montante depende do quão difícil é para você recuperar um fluxo de renda caso perca o seu atual.

    Seu Colchão de Liquidez deve estar investido em um ativo com as seguintes características:

    • Renda Fixa
    • Com o mínimo de risco possível
    • Com Liquidez Diária (ou no máximo em D+1)
    • Que suba todo dia um pouco.

    Você não deve nunca investir sua Reserva de Emergência em ativos de renda variável, ou com amplo risco envolvido.

    Também não deve investi-la em ativos nos quais ela pode ficar “presa”.

    Se você um dia precisar sacá-la, é bem possível que precise desse dinheiro rápido.

    E, finalmente, é sempre importante lembrar: você não está procurando por grandes rendimentos para seu Colchão de Liquidez.

    A ideia desse investimento é apenas postergar seu consumo, e manter esse dinheiro seguro e rendendo para que você possa utilizá-lo caso seja emergencialmente necessário.

    E, observando todos esses pontos, é possível ver que a NuConta, no momento, se encaixa em todos eles.

    Ela rende um pouco todo dia, é segura, tem liquidez diária e não sofre com volatilidades do mercado.

    É por isso que eu considero a NuConta uma opção viável para sua Reserva de Emergência, ao lado de: 

    • Tesouro SELIC
    • CDBs com liquidez diária
    • Fundos D.I. com taxa de administração baixa (abaixo de 0,3%).

    ESCOLHENDO UMA CONTA DIGITAL

    Melhor Conta Digital

    Se você chegou até aqui nesse artigo, é porque provavelmente está buscando uma conta digital, e considerando a NuConta como uma opção, não é?

    Nesse caso, eu recomendo um outro artigo meu!

    Trata-se de uma pequena análise com os prós e contras das 5 principais opções do mercado de contas digitais disponíveis no Brasil!

    Você pode acessá-lo aqui, e ter acesso a todas essas informações!

    E não esqueça que pode fazer qualquer pergunta sobre o funcionamento da NuConta nos comentários abaixo, que vamos responder!

    E, com isso, me despeço por hoje!

    Um forte abraço,

    Ramiro Gomes Ferreira


    Artigos Relacionados