Conta Digital: Como Abrir a Sua, Se Livrar das Tarifas Bancárias e Economizar Até R$ 658,80 Por Ano

conta-digital

Você sabia que é possível se livrar de absolutamente todas as tarifas cobradas pelo seu banco?

Sim, isso já é uma realidade.

Aliás, uma realidade muito pouco conhecida pela maioria das pessoas.

Isso é possível graças a um tipo de conta bancária chamado de “Conta Digital”.

Não sabe o que é isso?

Então eu já lhe antecipo que se trata de uma grande ferramenta para ajudar você a organizar melhor as suas finanças pessoais.

Já lhe explico absolutamente tudo sobre esta tal “conta digital”.

Mas antes, peço que você acompanhe rapidamente a minha linha de raciocínio:

Imagine a seguinte situação: você conseguiu economizar R$ 150,00 num mês e deseja investir este valor através da sua corretora.

Assim, você faz uma TED e é cobrado em R$ 8,90 por isso.

Nesta situação, você gastou R$ 158,90 para investir R$ 150,00.

E estes R$ 150,00 terão de render 5,9% para “empatar” com seus custos de investimento.

Ou seja: não vale a pena fazer esta movimentação.

Desta forma, muitas vezes você precisa acumular um capital maior antes de investir o dinheiro poupado.

Por isso, o conceito de conta digital é tão importante para os investidores!

E o objetivo deste artigo é destrinchar absolutamente tudo sobre este tipo de conta.

Parece uma ideia interessante?

Então leia este artigo até o fim para aprender coisas importantes, como:

  • O que é uma conta digital oferecida por alguns bancos
  • As principais vantagens dessa modalidade
  • Quanto você pode economizar com uma conta digital
  • Por que os bancos não querem que os consumidores conheçam essa modalidade
  • Quais são os bancos que oferecem conta digital
  • Como criar a sua conta digital

Tenho certeza de que depois de terminar a leitura você vai se sentir no mínimo tentado a mudar para uma conta digital.

É por isso que eu te convido novamente a compartilhar essa mensagem com seus amigos e familiares.

É muito provável que outras pessoas também estejam cansadas de engordar as contas das instituições financeiras que registram lucros exorbitantes todos os anos.

O lugar do seu dinheiro é no seu bolso.

Ou melhor: na sua conta digital.

O QUE É UMA CONTA DIGITAL?

agencia-bancaria-conta-digital

Quem tem conta em banco deve estar acostumado com aquela tarifa descontada todos os meses.

O valor cobrado pode variar bastante, dependendo do banco e dos serviços oferecidos.

Esse dinheiro geralmente tem algumas finalidades bem básicas, como custear os serviços oferecidos e dar lucro para a instituição.

Também é dito que essa tarifa ajuda a manter todo o aparato bancário em funcionamento.

Afinal, algumas empresas contam com várias agências, caixas eletrônicos de autoatendimento, milhares de funcionários e muitas outras obrigações financeiras.

Contudo, isso não significa que o consumidor é obrigado a pagar para ter uma conta no banco.

Na realidade, a Resolução 3.919 (versão em PDF) do Banco Central, de 2010, garante a gratuidade de contas bancárias movimentadas somente por meios eletrônicos.

Isso significa que se você concordar em não ir a uma agência para resolver seus problemas e contar com um gerente para te orientar, você não precisar arcar com as tarifas para ter uma conta no banco.

Porém, infelizmente não são todas as instituições financeiras que oferecem a modalidade de conta digital para os consumidores.

Embora a resolução do Banco Central oficialize a existência desse tipo de conta, ela não obriga as empresas a aderirem a esse formato.

Mas, para nossa sorte, dois dos principais bancos brasileiros oferecem a modalidade de conta digital.

Logo vamos descobrir quais são esses bancos e como abrir uma conta digital em cada um deles.

Então continue sua leitura!

VANTAGENS DE TER UMA CONTA DIGITAL

vantagens-conta-digital

Além da isenção de tarifas bancárias, o que por si só já é um grande benefício, a conta digital ainda oferece várias vantagens para os consumidores.

Uma delas é possibilidade de fazer DOCs e TEDs gratuitos de forma ilimitada por meios eletrônicos.

Esse é um dos principais motivos que leva as pessoas a procurarem essa modalidade.

E isso é ainda mais importante para aqueles que ainda estão começando a investir e buscando a independência financeira.

Caso você não saiba, o TED e o DOC são formas de transferência eletrônica realizada para um banco diferente do seu.

Em média, esse tipo de operação custa R$ 8.

Além dos benefícios já mencionados, as contas digitais ainda oferecem outras vantagens:

  • Cartão de débito para movimentação da conta sem custos adicionais;
  • Transferência gratuita entre contas do mesmo banco;
  • Consulta ilimitada a saldo e extrato por meios eletrônicos;
  • Pagamento de boletos e contas diversas;
  • Pagamento por meio de débito automático;
  • Possibilidade de solicitação de cartão de crédito ou cartão múltiplo;
  • Solicitação de empréstimos, financiamentos e outras linhas de crédito.

Como eu já disse, todos esses serviços devem ser realizados através dos meios eletrônicos oferecidos pelo banco.

Isso inclui os caixas eletrônicos de atendimento automático, atendimento telefônico e banco virtual (internet banking).

Com a chegada dos aplicativos de bancos, ficou ainda mais fácil.

Hoje, já é possível fazer praticamente tudo usando um app para smartphone ou tablet.

A CONTA DIGITAL É PARA MIM?

conta-digital-e-para-voce

Se a possiblidade de ficar livre das tarifas bancárias é essencial para você, já diria que você precisa de uma conta digital.

Se você faz investimentos e precisa transferir dinheiro para uma corretora com frequência, daí não há mais dúvidas.

Porém, isso não significa que essa modalidade vai se encaixar no perfil de todos os consumidores.

Isso acontece porque a conta digital tem algumas “desvantagens” também.

Na realidade, dá para dizer que alguns desses pontos são consequências da forma como a conta digital funciona.

Quem adere a essa modalidade não pode mais contar com as agências para resolver seus problemas, sem ter que pagar por isso.

Afinal, essa é a principal característica da conta digital.

Portanto, pessoas de idade ou que não possuem muita afinidade com a tecnologia podem não enxergar muitos benefícios na conta digital.

Para essas pessoas, faz muito mais sentido ter a possibilidade de ir até uma agência para resolver algum problema ou obter algum direcionamento.

Porém, isso também não significa esse público não pode tirar proveito da modalidade de conta digital.

POR QUE OS BANCOS NÃO QUEREM QUE VOCÊ SAIBA DA EXISTÊNCIA DA CONTA DIGITAL?

gerente-banco-conta-digital

Imagine que você venda um serviço X e que este serviço X seja bastante utilizado pelos consumidores.

Esse modelo, embora possa não ser o mais rentável para você, dá resultados e é essencial que sua empresa continue funcionando.

Você se sentiria tentado a oferecer esse mesmo serviço de forma gratuita?

É muito provável que não.

E é assim que os bancos se sentem.

Não há muito interesse que os clientes conheçam essa modalidade.

Não é a toa que manchetes que nem esta abaixo estão estampando, com frequência, os jornais brasileiros:

conta-digital-tarifas-bancarias

Outra prova de que os bancos dificultam as coisas é o fato de que algumas agências se negam a efetuar a abertura de contas digitais.

O gerente dá mil desculpas para tentar empurrar o pacote mais básico para os consumidores, com a promessa de que os serviços serão muito úteis.

Mas não se engane: se a instituição oferece a conta digital, você tem direito a escolher essa modalidade.

Não caia na conversa dos gerentes.

Se você está cansado de pagar taxas e engordar os cofres dos bancos, procure uma instituição que ofereça a opção de conta digital.

QUAIS BANCOS OFERECEM A CONTA DIGITAL?

banco-conta-digital

Como eu já disse, não são todos os bancos que oferecem a conta digital.

Aliás, para complicar ainda mais a vida dos consumidores, as instituições nem sempre chamam essa modalidade de “conta digital”.

Uma pegadinha que poderia muito bem entrar para a lista de mentiras sobre investimentos que podem arruinar seu patrimônio.

Como veremos a seguir, as empresas que trabalham com esse serviço batizam a conta com outro nome.

O objetivo pode não ser confundir os consumidores, mas acaba criando ainda mais uma barreira para quem procura esse produto.

Para saber quais bancos trabalham com essa modalidade, podemos consultar o Sistema de Divulgação de Serviços Financeiros (STAR) do FEBRABAN, a Federação Brasileira de Bancos.

Através desse site, os consumidores podem consultar, pesquisar e comparar os diferentes produtos oferecidos pelos bancos.

A página tem como objetivo levar transparência, ajudando na decisão de qual banco escolher.

É assim que descobri quais são as instituições que trabalham com conta digital.

Depois de fazer uma consulta por instituição, descobri que apenas o Bradesco e o Itaú Unibanco atualmente trabalham com essa modalidade. ATUALIZAÇÃO: Infelizmente, o Bradesco não possui mais esta modalidade de conta.

Os outros bancos, como Citibank, Banco do Brasil, Safra, Santander e Caixa Econômica Federal, não oferecem uma opção de conta digital.

Em minha opinião, isso conta como um ponto negativo para essas instituições, já que elas não facilitam a adesão ao serviço já regulamentado pelo Banco Central.

Para conseguir uma conta isenta de tarifas nesses casos, é preciso negociar com o gerente e, na maioria dos casos, ter algum tipo de investimento em produtos do banco, como um CDB, por exemplo.

Vale ressaltar que até pouco tempo atrás o Banco do Brasil oferecia uma modalidade sem cobrança de tarifas.

Porém, a instituição resolveu cancelar temporariamente essa conta digital com a desculpa de que vai estudar a melhor forma de oferecer esse serviço para seus clientes.

Aqueles que já tinham uma conta nesse formato poderão mantê-la, mas novos clientes não podem optar por essa modalidade.

DIGICONTA, A OPÇÃO DO BRADESCO

bradesco-conta-digital

ATUALIZAÇÃO: Originalmente, quando o artigo foi escrito, essa era uma excelente opção de conta digital.

Infelizmente, o Bradesco cancelou esta modalidade em março de 2017.

No caso do Banco Bradesco, o nome da conta digital é DigiConta.

A empresa destaca que essa é uma conta eletrônica e gratuita para movimentações exclusivamente através do Internet Banking, Bradesco Celular, Fone Fácil e Máquinas de Autoatendimento.

As vantagens, ainda de acordo com o banco, são:

  • Consulta de extratos e transferências gratuitamente
  • Cartão para saque e consulta de saldo, entregue no ato da abertura da conta
  • Empréstimos: Limite de crédito pré-aprovado
  • Informações da sua conta por e-mail (Infoemail)
  • Débito Direto Autorizado (Autorização via SMS)
  • Aplicativos para iPhone e iPad
  • Token Bradesco para Celular (Chave de Segurança Eletrônica)
  • Cartão de Crédito
  • Consórcio Bradesco com planos na medida para você
  • Cartão de débito (conta-corrente ou poupança)
  • Extratos e correspondências exclusivamente por meios eletrônicos

No caso da DigiConta, os consumidores interessados precisam comparecer até uma agência portando um documento de identificação, CPF, comprovante de renda e comprovante de endereço.

Infelizmente não é possível abrir essa conta digital por meio da internet.

Porém, se você já é correntista do Bradesco, pode conversar com o gerente para tentar mudar o seu tipo de conta.

É importante ressaltar que a DigiConta não dá direito a talão de cheques.

Caso você precise, pode solicitar ao seu gerente, operação que será tarifada desde a primeira folha.

Para mais detalhes sobre a DigiConta, visite este link.

iCONTA, A OPÇÃO DO ITAÚ

itau-conta-digital

O Itaú foi uma das primeiras instituições a oferecer a modalidade de conta digital.

O banco já trabalha com esse serviço desde 2011, um ano depois que o Banco Central regularizou a existência das contas digitais.

Diferente do Bradesco, o Itaú não oferece uma página mostrando todos os benefícios dessa modalidade.

Porém, os consumidores que aderirem a esse formato vão poder usufruir das vantagens básicas da conta digital.

Isso inclui:

  • Cartão para ser usado em transações de débito (crédito desabilitado, podendo ser ativado mediante pagamento de anuidade)
  • Transferências entre contas da própria instituição ilimitadas através dos canais eletrônicos
  • Transferências por meio de DOC/TED ilimitadas através dos canais eletrônicos
  • Fornecimento de estrato mensal ilimitado através nos Caixas Eletrônicos
  • Saque de conta e de poupança ilimitado através de Caixas Eletrônicos e Banco24Horas
  • Aviso automático de movimentação de conta-corrente por meio de SMS

No caso do iConta do Itaú, é possível realizar todo o processo através da internet por meio deste link.

De acordo com a página de Perguntas Frequentes do banco, essa conta aberta online não tem diferenças com relação à conta aberta na agência.

Nesse processo pela internet, é preciso enviar os seguintes anexos: documento de identificação com foto, CPF, comprovante de endereço e comprovante de renda.

A resposta do Itaú costuma demorar três dias úteis.

Se houver problemas, o banco solicitará que o cliente compareça a uma agência.

Para mais detalhes sobre o iConta, visite este link.

QUAL É A ECONOMIA PROPORCIONADA POR UMA CONTA DIGITAL?

economia-conta-digital

Para tentar te convencer uma última vez sobre as vantagens da conta digital, veja o quanto você economizaria se mudasse o seu tipo de conta.

Se tomarmos como base uma cesta de serviços que custe R$ 14,90 (valor médio e relativo ao pacote com poucos serviços incluídos) ao mês, teríamos acumulado um total de R$ 178,80 depois de um ano.

Após cinco anos, o montante seria de impressionantes R$ 894.

Se esse valor tivesse sido investido a 0,5% ao mês acima da inflação, teríamos acumulado nada menos do que R$ 1.059,67 no mesmo período, a dinheiro de hoje!

Isso sem contar as cobranças por transferências, como TED e DOC.

Se você faz em média cinco TEDs/DOCs por mês (considerando o valor de R$ 8 por operação), vai ter gasto R$ 480,00 ao final de um ano.

Somando apenas estes dois custos (TED/DOC e mensalidade pela cesta de serviços bancários), a economia anual pode ser de até R$ 658,80 por ano!

Consegue perceber a quantidade de dinheiro que você está desperdiçado por não ter uma conta digital?

É claro que não é um valor tão grande quanto o que eu economizei mudando um simples hábito.

Mas de qualquer forma, já é um bom dinheiro para ir para a reserva financeira.

CONCLUSÃO

1-conta-digital

Como eu tentei deixar bem claro neste artigo, a conta digital é uma excelente opção para quem está cansado de pagar taxas para o banco.

Às vezes você acabou aceitando a conta “empurrada” pelo gerente na hora de uma contratação ou quando foi abrir uma Conta Poupança (assunto que ainda vai ser abordado aqui no Clube do Valor).

Porém, agora você já não tem mais desculpas para continuar aceitando engordar os cofres dos bancos.

Munido das informações deste artigo, você já pode ir até uma instituição que oferece conta digital e solicitar a sua.

Isso pode até mesmo te ajudar a construir seu colchão de liquidez.

É bom deixa claro que, com este artigo, não estou defendendo uma empresa ou outra.

É realmente uma pena que não são todos os bancos que atendam à resolução estabelecida pelo Banco Central.

Se fosse assim, talvez não fosse necessário trocar de instituição financeira e transferir todo o seu dinheiro para outra conta.

Mas acredito que o esforço vale a pena.

Afinal, não tem nada pior do que ver o seu dinheiro indo para o ralo desse jeito.

Esse é mais um passo importante no seu planejamento financeiro pessoal.

Espero que você tenha gostado dessa dica.

Se sim, não se esqueça de compartilhar com seus amigos e familiares!

Grande abraço,

Ramiro.

  • Ábaco Líquido

    Mais um post de elevado valor para a comunidade. Parabéns mais uma vez pelo capricho!
    Sabia que eu mesmo, há uns 2 ou 3 anos atrás ainda pagava TED de banco por puro desconhecimento? E sei que há milhares de brasileiros que estão nesta situação, pagando altas taxas para os bancos.
    Confesso que sou um péssimo cliente de banco, deixo lá apenas o dinheiro que irei gastar nas próximas 8 semanas, sobrou alguma coisa já estou direcionando para as corretoras. Mas por outro lado sou sócio de alguns bancos, então as taxas pagas pelos clientes me beneficiam. É o paradoxo dos investimentos, rs.
    Grande Abraço!

    • Ramiro Gomes Ferreira

      Grande Uó!

      Muito obrigado pela participação e pelo comentário, que sempre abrilhanta e complementa muito bem os conteúdos do CDV!

      Eu também estava nessa sua situação! Hoje em dia, deixo somente o mínimo possível para pagar as contas do mês, no banco.

      E esse paradoxo é bem corriqueiro, né? Se a situação bancária do Brasil é esta, a nossa melhor alternativa é, de fato, nos associarmos aos bancos com capital aberto em bolsa, comprando ações deles!

      Forte abraço!

  • Felipe Campos Modeski

    Belo post, Ramiro, a um tempo atrás tava procurando algo do tipo e achei o banco Intermedium, gostei bastante da proposta deles, isenta todo o tipo de taxa ate de cartão de credito (internacional, platinum e black) poderia fazer uma analise e incluir nesta lista. Vlw

    • Denilson Da Silva Rocha

      Concordo, Felipe.

      Também aderi à conta digital do Banco Intermedium (agora Inter) e estou muito satisfeito.
      Chega de “engordar” os bancos rsrs

      • Ramiro Gomes Ferreira

        Fala Pessoal! Excelente as sugestões de vocês.

        Infelizmente esse meu artigo ficou desatualizado…. Acabei, eu também, aderindo ao banco Inter. Minha conta ficou pronta há 1 semana e estou fazendo alguns testes para, no futuro, atualizar esse artigo.

        Forte abraço e obrigado pela participação!

  • Anselmo Gonçalves

    Ramiro, mais um objetivo post! Muito bom e apenas como complemento, o Itaú também já não oferece mais a conta digital.

    Uma alternativa também, são as contas digitais de “novos” banco como o Inter, Neon, Sofisa Direto e etc. Contudo, vale olhar atentamente a página de tarifas destas instituições, pois apesar de não haver tarifa de manutenção, algumas cobram valores menores de DOC/TED. De fato, o único banco digital que não cobra nada de nada é o Inter. Me tornei correntista deles e sinceramente, excelente! Zero de tarifas para qualquer transação, sem anuidade no cartão e de quebra o CDB mais barato (R$500) até agora com a opção de liquidez diária.

    Alternativa também para que não pagar a cesta de tarifas, são as contas chamadas “essenciais” que os bancos oferecem e que são obrigadas pelo BACEN. Ontem mesmo comecei a deixar de pagar R$19,70 ao Itaú de tarifa bancária reduzindo minha cesta para o pacote essencial. Mantive a conta apenas para receber alguns pagamentos e fazer poucas transações.

    Forte abraço!

    • Ramiro Gomes Ferreira

      Fala Anselmo!

      Muito obrigado pelo seu comentário.

      De fato, com as novas alterações, o artigo ficou bastante obsoleto. Vou planejar reescrevê-lo para incluir essa nova alternativa.

      Por acaso, me tornei correntista do inter há uma semana e estou testando as suas funcionalidades 🙂

      Muito obrigado pelo seu testemunho por aqui e perdão na demora para te responder.

      Forte abraço!